domingo, 29 de janeiro de 2017

M.S.

Tenho saudades tuas... Fazes falta na minha vida... Havia conversas que apenas tinha contigo... nunca mais as tive com outra pessoa... Já lá vão quantos anos?

Tenho andado a ouvir musicais novamente... Se fechar os olhos, estamos a uma mesa, a beber amêndoas, talvez, e a cantar os temas e a debater a forma como foram compostos, os arranjos, quem é a melhor voz feminina ou masculina alguma vez escolhida de entre todos os casts que já foram feitos...

Guardo-te com tanto carinho em mim...

Falei contigo o dia antes de te ires embora...

Tenho saudades tuas, minha Cosette...

Marius

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Edgar...

Já aqui não vinha há algum tempo... Novamente, foi uma memória...
Emprestaste-me um livro de contos por duas vezes... também tinha poesia... escura... pesada...
Hoje vi o livro à venda... Senti o teu cheiro... Senti o passar do tempo... Senti-me sorrir... Espero-te bem...

Curioso como o que de bom aconteceu envolveu livros... Só tenho a agradecer...

"Take this kiss upon the brow!
And, in parting from you now,
Thus much let me avow --
You are not wrong, who deem
That my days have been a dream;"
E.A.P.

sábado, 10 de outubro de 2015

Feel Fear...

O silêncio incomoda-me... o não falar, o não dizer...
As questões que o silêncio levanta inquietam-me... perdi por não falar? não perdi por calar?


A carta que não deixei

Escrevi-te uma carta... Ainda a tenho...
Se na carta falo na ausência de coragem para, eventualmente, falar contigo, o facto de ainda a ter revela que me assusta o possível contacto... mesmo que unidireccional...

terça-feira, 15 de setembro de 2015

Demasiadas coisas na cabeça...

... que não me deixam dormir...

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Porque tudo o que vier será second best...

quarta-feira, 24 de junho de 2015

Idealização da loucura...

... é saber que o que desejo é apenas o que o que idealizo... e que, no desconhecido, toda a ilusão é possível...

sexta-feira, 29 de maio de 2015

F...

Sonhei contigo há duas noites... Teriam ficado coisas por resolver e decidimos tomar café... Trouxeste companhia mas, mesmo assim, picávamo-nos, trocávamos carícias, beijos...
Acordei com vontade de ouvir a pen de músicas que me fizeste... Há bandas ali que detesto... Mas, contigo, tentava e conseguia ouvir...
De ti, ficou a música... Nada mais... Ficaram os Linda Martini e os Trentemoller, especialmente...
Deste-me coisas... Fiz a minha triagem e adicionei o que achava que devia à minha bagagem...
Não sei se voltaremos, alguma vez, a cruzar caminhos... E aqui tão perto estás...
A compatibilidade tem destas coisas... Às vezes não existe...